Informações sobre o projeto

Agita CT é um projeto desenvolvido pelo Centro de Tecnologia (CT) em parceria com a Coordenação de Políticas de Saúde do Trabalhador (CPST), o Instituto de Nutrição Josué de Castro (INJC) e o Espaço Saúde do Sindicato dos Trabalhadores em Educação da UFRJ (Sintufrj), e tem como objetivo promover a saúde dentro da Universidade com estímulo à prática de atividade física e realização de oficinas e orientação em saúde.

As atividades tiveram início em março de 2016 e desde então ocorrem mensalmente em diversos pontos estratégicos de circulação da comunidade universitária do CT.

Como participar

As atividades normalmente acontecem no rol principal (térreo) do CT no bloco A e são abertas para toda comunidade universitária. A divulgação das atividades acontecerá por meio de cartazes fixados no CT, nas redes sociais (@decania.ct.ufrj ou @injcufrj) e em nosso site (http://www.lanutri.injc.ufrj.br).

Atividades desenvolvidas

Atividade Educativa 1:

“Alimentação adequada e saudável: Vamos montar seu prato?”

O objetivo desta atividade foi discutir os principais aspectos relacionados à alimentação adequada e saudável, incentivando a adoção de uma alimentação equilibrada e variada com inclusão de todos os grupos alimentares e o aumento do consumo de frutas, legumes e verduras. Para realização da mesma, os visitantes foram incentivados a montar seu próprio prato utilizando figuras de alimentos com ímãs em quadro de metal simulando um prato.

Atividade Educativa 2:

“Como ler rótulos de alimentos: Você sabe o que está comendo?”

Essa atividade teve como objetivo orientar e estimular a leitura atenta dos rótulos de alimentos, ressaltando as informações mais importantes para os consumidores. Para tal foram expostas embalagens/rótulos de alimentos e os visitantes foram incentivados a fazer a leitura dos mesmos com a orientação da equipe da Nutrição. Na atividade foi ressaltado a importância da leitura dos rótulos e como uma boa leitura e entendimento das informações contidas nos mesmos podem interferir na qualidade da alimentação.

Atividade Educativa 3:

“Viva MAIS com MENOS Sódio”

A quantidade de sal presente em diversos alimentos foi demonstrada e comparada com a recomendação, além disso, foram apresentados diferentes tipos de sal (Tradicional, Marinho, Grosso, do Himalaia e de Ervas) e explicadas as principais diferenças nutricionais entre eles. Réplicas e embalagens de alimentos foram utilizadas e as quantidades de sódio presentes nos mesmos foram representadas em tubos de ensaio contendo sal, comparando-se com a recomendação diária de sódio que também foi representada visualmente em forma de sal de cozinha no tubo de ensaio. Foi demonstrando como muitos alimentos processados e ultraprocessados possuem elevados teores de sódio e ressaltados os malefícios do consumo excessivo do mesmo.

Atividade Educativa 4:

“Viva MAIS com MENOS açúcar”

Nessa atividade foram abordadas as diferenças entre os tipos de açúcar (refinado, cristal, demerara, mascavo e light), além de outros alimentos como mel e melado, e adoçantes (Ciclamato e sacarina sódica, aspartame, sucralose stevia), destacando-se as propriedades nutricionais e efeitos dos mesmos no organismo. Para tal, foram usadas réplicas de alimentos e embalagens com a respectiva quantidade de açúcar presente na porção de cada um deles. Dessa forma, os visitantes puderam observar de forma lúdica e simples a quantidade de açúcar ingerida em determinado alimento/produto e o % do valor diário representado pelo mesmo, baseado em uma dieta de 2.000 kcal.

Atividade Educativa 5:

“Gorduras: boas ou ruins?”

O objetivo desta atividade foi discutir sobre os diferentes tipos de lipídios presentes nos alimentos, ressaltando os benefícios e riscos do consumo excessivo para a saúde. Foram expostos alimentos/embalagens e réplicas de alimentos fontes de lipídeos com a respectiva informação nutricional em placas contendo a quantidade de gorduras totais, gordura saturada e o respectivo percentual de valor diário (%VD) com base em uma dieta de 2.000 kcal. A quantidade de gorduras totais de alguns alimentos foi representada em tubos contendo a quantidade correspondente de óleo. Além das embalagens e réplicas de alimentos, também foram expostas amostras de alguns alimentos ricos em gorduras insaturadas (oleaginosas, sementes e abacate).

Atividade Educativa 6:

“Você sabe o que está comendo?

Esta atividade foi desenvolvida para sensibilizar os participantes sobre o Dia Mundial do Coração. Foram apresentadas as principais diferenças entre os grupos de alimentos (in natura, minimamente processados, processados e ultraprocessados), enfatizando a associação do consumo de alimentos processados e ultraprocessados com o risco de doenças crônicas não transmissíveis (especialmente cardiovasculares), bem como apresentar alguns alimentos considerados cardioprotetores.

Atividade Educativa 7:

“MAIS Alimentação Saudável MENOS Risco de Câncer”

Esta atividade foi desenvolvida como parte da programação da campanha Outubro Rosa 2016. Os visitantes foram alertados sobre a importância da adoção de hábitos saudáveis para a prevenção da doença: praticar atividade física regularmente, alimentar-se de forma saudável, manter o peso corporal adequado e evitar o consumo de bebidas alcoólicas. O objetivo principal da atividade foi ressaltar a relação entre alimentação e câncer, para isso foi destacada a importância de uma alimentação rica em alimentos in natura ou minimamente processados, como frutas, legumes, verduras, cereais integrais, feijões e outras leguminosas, e pobre em alimentos ultraprocessados, como aqueles prontos para consumo e bebidas açucaradas, para prevenção da doença. Também foram dadas orientações práticas para redução do consumo de resíduos de agrotóxicos.

Atividade Educativa 8:

“Alimentos relacionados ao risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares”

Esta atividade foi desenvolvida com o objetivo de conscientizar sobre os alimentos associados ao risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares (DCV), bem como os alimentos protetores. Os visitantes foram estimulados a preencher um quadro branco imantado intitulado como Fatores de Risco para DCV, subdividido em fatores de risco e protetores, com palavras impressas relacionadas aos dois fatores correspondentes. A atividade também incluiu o painel “Monte seu prato” onde o participante era estimulado a montar um prato considerado de alto risco para desenvolvimento DCV e em seguida montar outro prato considerado como protetor de DCV. Logo após, a nutricionista ou bolsista estabelecia um diálogo com os participantes abordando questões relacionadas a estes fatores.

Atividade Educativa 9:

Dietas da moda, emagrecimento e saúde”

O objetivo principal da atividade foi desconstruir a ideia de que para ter saúde e peso adequado há a necessidade de fazer dietas restritivas. Foi utilizada como estratégia a disposição de diversas réplicas de alimentos e embalagens de alimentos especiais para dietas da moda como lacfree e sem glúten, além do auxílio de folheto contendo exemplos de escolha de alimentos mais saudáveis. Os participantes foram incentivados à adoção de uma alimentação mais natural, onde se “desembale menos e descasque mais”, sendo orientados quanto ao equilíbrio e a importância de fazer dos alimentos in natura e minimamente processados a base da alimentação.

Atividade Educativa 10:

“Conscientização quanto ao uso de agrotóxicos”

Essa atividade teve como objetivos alertar as pessoas em relação ao uso de agrotóxicos pela indústria de alimentos, destacando suas vias de contaminação, os impactos sobre a saúde e fornecer orientações para redução do consumo de resíduos de agrotóxicos. Diversos tipos de alimentos in natura, processados e industrializados foram expostos e foi solicitado que os participantes identificassem aqueles que poderiam estar contaminados por resíduos de agrotóxicos. Esta estratégia foi baseada no conceito equivocado que muitas pessoas têm de que apenas os alimentos in natura (frutas, verduras e legumes frescos) podem estar contaminados por agrotóxicos, e acabam esquecendo que os produtos industrializados também sofrem os mesmos riscos de contaminação.

Atividade Educativa 11:

O que significa Saúde para você?”

O objetivo desta atividade foi estimular os funcionários e os alunos a refletirem sobre o seu próprio conceito de saúde, a sua condição atual de saúde e os aspectos modificáveis para contribuir com sua saúde. Além disso, a atividade visou discutir com o público a definição de Saúde segundo a OMS (1948), a qual traz um conceito amplo, considerando o estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não somente a ausência de enfermidades.

Atividade Educativa 12:

“Alimentação saudável e temperos naturais: Prevenindo doenças do coração”

Esta atividade foi desenvolvida de forma integrada à 6ª Semana da Árvore, evento realizado pela Prefeitura Universitária/Horto Universitário. Os objetivos foram estimular a discussão e reflexão para adoção de hábitos alimentares saudáveis e demonstrar diferentes tipos de temperos naturais (ervas frescas, secas e especiarias) com foco na prevenção cardiovascular. Para isso, os participantes foram convidados a montar um prato que considerasse de alto risco para desenvolvimento de doenças cardiovasculares e, em seguida, montar um prato que considerasse protetor. Além disso, o público participou da dinâmica de identificação de temperos naturais, por meio do cheiro, tato e visualização, de acordo com a ordem de dificuldade de cada participante. Assim, as nutricionistas e bolsistas puderam discutir com os participantes os principais benefícios do consumo desses temperos, sendo fornecida uma amostra do sal de ervas ao final da atividade.

Atividade Educativa 13:

“Estilo de vida X Câncer”

No dia 10 de outubro de 2017 ocorreu o Agita CT com o tema Outubro rosa: Mitos e verdades sobre o câncer de mama. O LANUTRI desenvolveu atividade com o objetivo de conscientizar o público sobre a prevenção do câncer por meio de mudanças no estilo de vida (alimentação saudável, prática regular de atividade física e manutenção do peso corporal adequado). Foram abordados alguns mitos e verdades relacionados ao câncer envolvendo práticas alimentares e de atividade física. Os participantes foram informados sobre a importância de preferir alimentos in natura e minimamente processados e sobre os riscos à saúde decorrentes do alto consumo de alimentos processados e ultraprocessados.

Atividade Educativa 14:

“Diabetes”

No dia 14 de novembro de 2017 ocorreu mais uma edição do Agita CT com o tema Diabetes

O LANUTRI desenvolveu atividades para sensibilizar o público que o Brasil é um dos países com maior prevalência de diabetes no mundo. Foram abordados tópicos direcionados aos fatores de prevenção e as potenciais complicações de saúde relacionadas ao Diabetes. Também foram realizadas as seguintes atividades: orientações gerais sobre alimentação saudável; apresentação de informações relacionadas ao índice glicêmico dos alimentos e a carga glicêmica da refeição; discussão sobre a importância da leitura dos rótulos e da lista de ingredientes dos alimentos industrializados com foco nos “açúcares ocultos”.

Atividade Educativa 15:

“Dicas e Cuidados no Carnaval”

No dia o6 de fevereiro de 2018 ocorreu mais uma edição do Agita CT com o tema Dicas e Cuidados no Carnaval

O LANUTRI, em parceria com a Coordenação de Políticas de Saúde do Trabalhador (CPST), realizou ações educativas junto à comunidade acadêmica no Centro de Tecnologia (CT/UFRJ) no dia 06 de fevereiro 2018 com o tema “DICAS E CUIDADOS NO CARNAVAL”.  A Equipe técnica do LANUTRI desenvolveu atividade objetivando estimular o consumo de alimentos saudáveis durante o carnaval, bem como sensibilizar sobre a importância de estar atento às condições higiênico-sanitárias ao selecionar o local para realizar as refeições ou adquirir os alimentos.

Atividade Educativa 16:

“Hipertensão Arterial”

O LANUTRI participou de mais uma edição do Agita CT no dia 24 de abril de 2018.

O Agita CT desta edição teve como objetivo conscientizar sobre os cuidados básicos para prevenir a hipertensão arterial, um mal que atinge aproximadamente 25% da população brasileira, de acordo com o Ministério da Saúde. O LANUTRI desenvolveu atividade, em parceria com o Espaço Saúde do SINTUFRJ, sensibilizando que o excesso de peso é um importante fator de risco para o desenvolvimento da Hipertensão Arterial.

Atividade Educativa 17:

“Viver Bem”

No dia 14 de agosto de 2018, o LANUTRI participou de mais uma edição do Agita CT com o tema Viver Bem.

Esta atividade teve como objetivo estimular a reflexão sobre os diversos aspectos que permeiam o comportamento alimentar, orientando sobre a atenção plena durante a alimentação, como comer sem distrações, em ambientes apropriados e em companhia, além de aspectos emocionais e sociais da alimentação, valorizando a adoção de uma  Alimentação Adequada e Saudável.

Atividade Educativa 18:

“Doenças Cardiovasculares”

As doenças cardiovasculares (DCV) são as principais causas de morte no Brasil.  No dia 25 de setembro de 2018, o LANUTRI participou de mais uma atividade do Agita CT  com o objetivo de demonstrar os alimentos de risco e de proteção para o desenvolvimento de DCV de acordo com evidências científicas. Além disso, foi estimulado o consumo de alimentos cardioprotetores e a prática de  habilidades culinárias por meio da demonstração de receitas envolvendo alguns desses alimentos.

Clique abaixo para obter as receitas saudáveis desta atividade!